TUDO OU NADA

Sem o efeito esperado das manifestações de solidariedades forçadas e do tratamento vip dispensado pela imprensa oficial,  o governo petista, com o nosso dinheiro, óbvio,  partiu para o "tudo ou nada".

Em inserções publicitárias produzidas à preço de ouro, e veiculadas na imprensa pelo mesmo valor, o governo petista tenta, covarde e ardilosamente, confundir e desvirtuar a representação que ensejou a prisão de vários companheiros.

O mais grave é que para se defender de um crime o governo comete outro.

Sob o silêncio de quem ganha muito bem para fiscalizar os interesses do povo, o governo usa e abusa da verba publicitária para fins indevidos, como essa tentativa de safar-se dos desvios recursos com imagens descontextualizadas da acusação.

Diante da robustez das provas apresentadas pela PF, a melhor saída para o governador Tião Viana seria ter demitido os envolvidos nas falcatruas  e cancelados os todos os contratos sob suspeição.

Tivesse agido assim o povo teria saído às ruas para apoiá-lo.

O fato é que o rombo no casco provocado pela colisão ética e moral está afundando a canoa petista.